Especialidades Terapia Ocupacional Áreas de intervenção

Terapia Ocupacional - Áreas de Intervenção

Terapia Ocupacional Pediátrica

TO pediatria

A Terapia Ocupacional pediátrica intervém no sentido de descobrir e maximizar o potencial de cada criança e adolescente para que possa ser independente nas suas actividades diárias em casa, escola, ou comunidade, tal como o brincar, nos autocuidados, escrita, alimentação, entre outras.

A intervenção da Terapia Ocupacional Pediátrica assenta no desenvolvimento das competências motoras, cognitivo-perceptivas e sensoriais em défice através de jogos/ actividades terapêuticas, treino do desempenho das várias actividades da vida diária e mudanças no ambiente ou equipamento que facilitem realização das actividades. São utilizadas abordagens/técnicas como: Psicomotricidade, Integração sensorial, Técnicas de Neuro-desenvolvimento (TND), ...

O envolvimento e ensino da família e escola são essenciais a todo o processo de intervenção.

Quando pedir avaliação de Terapia Ocupacional?

Existem algumas dificuldades que a criança pode vivenciar e que poderão indicar que a mesma beneficiaria do acompanhamento da Terapia Ocupacional, tais como:

  • Dificuldade na motricidade fina (ex.: desenhar);
  • Dificuldade na motricidade global (ex.: correr e saltar);
  • Dificuldades no controlo motor;
  • Dificuldades na coordenação olho-mão;
  • Dificuldades de receção e  reposta aos estímulos sensoriais;
  • Dificuldade em manter a atenção, manter-se sentado;
  • Dificuldade em acalmar-se, autocontrolar-se;
  • Dificuldade no brincar;
  • Dificuldades de aprendizagem;
  • Independência limitada na realização dos auto-cuidados;
  • Dificuldade em aceitar a mudança na rotina ou no ambiente.

 

Terapia Ocupacional Geriátrica

TO geriatria

A Terapia Ocupacional Geriátrica ajuda idosos ajuda idosos a ultrapassar as barreiras físicas e capacitar para que viva em sua casa com a maior independência e segurança. São trabalhadas as competências para realizar as atividades dos autocuidados, tais como cozinhar, comer, vestir, entre outras. Simultaneamente são feitas alterações na casa para que esta se torne mais funcional e segura.

Quando pedir avaliação de Terapia Ocupacional?

Existem algumas dificuldades que o idoso pode vivenciar e que poderão indicar que o mesmo beneficiaria do acompanhamento da Terapia Ocupacional, tais como:

  • Dificuldade em realizar as actividades de gestão doméstica;
  • Dificuldade em tomar banho, vestir ou comer de forma independente;
  • Perda de memória;
  • Diminuição da mobilidade;
  • Diminuição da destreza.

Serviço de aconselhamento de adaptações em casa (idoso e pós-AVC) - Segurança e Autonomia

Para quê?

O serviço de aconselhamento de adaptações em casa tem como objetivo ajudá-lo e orientá-lo para que consiga transformar a casa do seu familiar (idoso ou que tenha sofrido um AVC) num espaço mais seguro e funcional. Pretende ainda recomendar algumas estratégias e pequenos produtos que ajudem a desempenhar as actividades do dia-a-dia (cozinhar, alimentação, vestir, etc).

Como funciona?

  1. Consulta de triagem: necessidades da pessoa, capacidades e dificuldades 
  2. Avaliação no contexto do domicílio da pessoa 
  3. Aconselhamento (conselhos/estratégias, produtos de apoio, outros)

 

Terapia Ocupacional com Adultos

 TO adultos

Terapia Ocupacional e Saúde Mental

To saudementalA Terapia Ocupacional ajuda adultos que vivenciam dificuldades emocionais e psicológicas para que estes consigam atingir ou manter uma rotina diária satisfatória e consigam cumprir as suas responsabilidades. São desenvolvidas formas de lidar com a doença mental no contexto de atividades do dia-a-dia.

Quando pedir avaliação de Terapia Ocupacional?

Existem algumas dificuldades que pode vivenciar e que poderão indicar que beneficiaria do acompanhamento de Terapia Ocupacional, tais como:

  • Dificuldade em realizar as actividades que faziam parte das suas rotinas;
  • Dificuldade de manter um trabalho;
  • Dificuldade em realizar as actividades de gestão doméstica;
  • Falta de motivação e investimento;
  • Sintomas depressivos: apatia, isolamento, recusa social;
  • Ansiedade com impacto na função;
  • Dor crónica.

 

Terapia Ocupacional e Medicina Física

terapia-ocupacional-mfrA Terapia Ocupacional ajuda adultos afetados por uma doença ou acidente a conseguir ser mais independentes e melhorar a sua função. São utilizadas atividades significativas para restaurar a função e, simultaneamente, são ensinadas estratégias e aconselhados equipamentos e mudanças a fazer em casa e no trabalho para promover independência e autonomia.

Quando pedir avaliação de Terapia Ocupacional?

Existem algumas dificuldades que pode vivenciar e que poderão indicar que beneficiaria do acompanhamento de Terapia Ocupacional, tais como:

  • Dificuldade em realizar as actividades que faziam parte das suas rotinas;
  • Dificuldade em adaptar-se a uma nova limitação (ex. AVC, fratura da anca, amputação);
  • Dificuldade em realizar as actividades de gestão doméstica;
  • Dificuldade em tomar banho, vestir ou comer de forma independente;
  • Dificuldade em conseguir cumprir as tarefas necessárias no seu trabalho.

Marcações

telemóvel91 777 00 62

Especialistas em Terapia da Fala, Psicologia e Terapia Ocupacional

50% de desconto na 1ª Consulta

Até 31/03/2017!

Marcação Online

 

Contatos

telemóvel91 777 00 62

email Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

facebook facebook.com/faleconnosco.saude

blogspotfaleconnosco-saude.blogspot.com