Especialidades Terapia da Fala Áreas de intervenção

Terapia da Fala - Áreas de Intervenção

Índice     
"O Terapeuta da Fala é o profissional responsável pela prevenção, avaliação e estudo científico da comunicação humana e das perturbações com ela relacionadas."

Comité Permanente de Ligação dos Terapeutas da Fala da União Europeia, 1999

 

 

fala


O Terapeuta da Fala intervém junto de bebés, crianças, adolescentes, jovens, adultos e idosos nas perturbações de COMUNICAÇÃO. A terapia da fala passa pela prevenção, rastreio, avaliação, diagnóstico e intervenção, que pode ser directa (com os utentes) ou indirecta (com os cuidadores: pais, familiares, educadores, professores, profissionais de saúde…).

De seguida encontra uma breve explicação das áreas de intervenção do terapeuta da fala, bem como exemplos de algumas patologias.

 

LINGUAGEM

O que é?

Capacidade exclusiva do ser humano utilizada para a comunicação. Traduz-se na expressão do pensamento pela palavra, pela escrita ou por meio de sinais.

Algumas Patologias:

Atraso do Desenvolvimento da Linguagem

  • Crianças que começam a falar mais tarde e seguem as etapas de desenvolvimento da linguagem mas de uma forma mais lenta. Pode ser ligeiro, severo ou grave.
  • Pode resultar de factores sócio-ambientais (falta de estimulação, excesso de protecção, meio sócio-cultural, gémeos...), factores orgânicos (cegueira, surdez, atraso global do desenvolvimento, deficiência mental, trissomia 21, outros síndromes…).
  • Perturbações Específicas do Desenvolvimento da Linguagem
  • Crianças cujo Q.I. não verbal não corresponde ao seu nível da linguagem (abaixo do esperado).
  • Esta perturbação não resulta de factores ambientais prejudiciais e muitas vezes está associada a uma história familiar de dificuldades de desenvolvimento da linguagem ou aprendizagem da leitura e escrita.

Perturbações da leitura e escrita

  • Dislexia: Dificuldade de aprendizagem da leitura e escrita, em consequência de atrasos da maturação que afectam o estabelecimento de relações espácio-temporais, a área motora, a capacidade de discriminação perceptivo-visual, os processos simbólicos, a atenção e a capacidade numérica e/ou a competência social e pessoal, em crianças que apresentam um desenvolvimento adequado parea a idade e aptidões intelectuais normais (Torres e Fernandéz, 2001).
  • Disgrafia: Perturbação funcional que afecta a qualidade da escrita, relativamente ao traçado e à grafia.
  • Disortografia: Conjunto de erros da escrita que afectam a palavra mas não o seu traçado ou grafia. Estes erros ocorrem sistematicamente, podendo mesmo tornar ininteligível a escrita.

Perturbações Adquiridas da Linguagem

  • Perturbação da expressão e/ou da compreensão da linguagem causada por uma lesão cerebral.
  • Uma lesão cerebral pode ser causada por acidente vascular cerebral (AVC/trombose), traumatismo crânio-encefálico (TCE), tumor cerebral, doenças neurológicas…

 


FALA

O que é?

Capacidade exclusiva do ser humano de emitir sons numa determinada língua. Meio privilegiado de comunicação.

Algumas Patologias:

Perturbações Articulatórias

  • Consiste na produção incorrecta de um ou mais sons.
  • Resulta de alterações das estruturas anatómicas do sistema orofacial (alterações na oclusão dentária, fenda palatina…) ou de alterações nas funções orais (hábitos de sucção da chupeta, do dedo, alterações da deglutição, alterações da respiração…)

Perturbações Motoras da Fala

  • Alterações na produção de fala causadas por um problema do foro neurológico.
  • Pode ser causada por acidente vascular cerebral (AVC/trombose), traumatismo crânio-encefálico (TCE), tumor cerebral, doenças neurológicas, paralisia cerebral, paralisia facial…

 


DEGLUTIÇÃO / MASTIGAÇÃO

O que é?

Acto de alimentação. Passagem do alimento desde a boca até ao estômago.

Algumas Patologias:

Disfagia

  • Perturbação da alimentação numa das fases da passagem do alimento desde a boca até ao estômago.
  • Pode ser causada por acidente vascular cerebral (AVC/trombose), traumatismo crânio-encefálico (TCE), paralisia cerebral, doenças genéticas…

 


VOZ

O que é?

Conjunto de sons produzidos pelo ser humano através da vibração das pregas vocais que é modificada pelos órgãos ressoadores.

Algumas Patologias:

Disfonia

  • Dificuldade de emissão de voz com as suas características naturais.
  • Pode ser causada por mau uso ou abuso vocal, factores climáticos e ambientais, vícios (tabaco, álcool, drogas), alguns medicamentos (anti-histamínicos, ansiolíticos, anti-depressivos…), factores posturais e alimentares, inflamações, tumores…

 

FLUÊNCIA

O que é?

Discurso suave e harmonioso com pouco esforço/energia dispendido no acto de fala.

Algumas Patologias:

Gaguez

  • O indivíduo (com mais de 4A) tem dificuldade em "passar de forma suave de um som para outro". Os principais comportamentos são o rompimento do fluxo da mensagem, diminuição da velocidade e esforço físico e mental visível por parte do falante.

Taquifémia

  • Velocidade rápida ou irregular do discurso, número excessivo de disfluências e, por vezes, outros sintomas, como erros fonológicos e défice de atenção, causando insegurança nas produções verbais.

 

MOTRICIDADE OROFACIAL

O que é?

A motricidade orofacial é a área da terapia da fala que se dedica ao estudo, prevenção, avaliação, diagnóstico e tratamento das alterações estruturais e funcionais da boca (oro), da face (facial) e do pescoço.

As alterações da motricidade orofacial podem refletir-se ao nível da respiração, sucção, mastigação, deglutição e fala.

Quando deve consultar um terapeuta da fala?

  • Dificuldades de sucção (bebés e recém-nascidos pré-termo);
  • Hábitos orais prolongados no tempo (chupeta, biberão, sucção digital);
  • Respiração oral;
  • Fenda palatina;
  • Freio da língua curto;
  • Roncopatia;
  • Perturbação/Disfunção da articulação Temporomandibular (ATM);
  • Paralisia Facial Periférica;
  • Queimaduras da face e do pescoço;
  • Cancro da cabeça, boca e do pescoço;
  • Rugas provenientes do envelhecimento (ver abaixo). 

O terapeuta da fala pode ajudar a diminuir os sinais de envelhecimento?

Sim na medida em que intervém ao nível da motricidade orofacial, sem necessidade de métodos invasivos ou dolorosos!

A contracção exagerada dos músculos é responsável pelo aparecimento das marcas e, consequentemente, facilita o surgimento das rugas. Ao mastigar, respirar, engolir e falar desadequadamente (às vezes sem sequer nos darmos conta) fazemos com que algumas regiões não sejam trabalhadas ou trabalhadas incorrectamente. A Terapia da Fala surge no sentido de desenvolver um trabalho de reorganização neuromuscular através da adequação das funções, relaxamento, alongamento, massagens, e exercícios para as regiões do rosto e pescoço.

O Tratamento de Reorganização e Aprimoramento Facial é recomendada para mulheres e homens. O trabalho pode ser preventivo dos 20 aos 30 e terapêutico após os 30 anos. Não existe limite de idade para quem busca qualidade de vida e queiram prevenir ou diminuir os efeitos do envelhecimento.

Marcações

telemóvel91 777 00 62

Especialistas em Terapia da Fala, Psicologia e Terapia Ocupacional

50% de desconto na 1ª Consulta

Até 31/03/2017!

Marcação Online

 

Contatos

telemóvel91 777 00 62

email Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

facebook facebook.com/faleconnosco.saude

blogspotfaleconnosco-saude.blogspot.com